História de policial que usa calcinha em novela da Globo causa polêmica: “emissora destruidora de lares”

História de policial que usa calcinha em novela da Globo causa polêmica: “emissora destruidora de lares”

O Sétimo Guardião, nova novela da Rede Globo, mal estreou e já está causando polêmica. Muitos são os comentários afirmando que a novela é diabólica, por conter áurea de terror, muito misticismo e girar em torno de um gato preto. E o burburinho não para por aí.

No segundo capítulo da novela, o público se surpreendeu com a coleção de calcinhas do delegado Joubert Machado, interpretado por Milhem Cortaz. Na história, o personagem é casado com Rita de Cássia, papel que cabe à atriz Flávia Alessandra.

Esposa flagra o marido usando calcinha

Ainda nos capítulos dessa semana de estreia, Rita de Cássia flagra seu marido de calcinha. Joubert, achando que está sozinho, resolve colocar uma calcinha e se admirar no espelho. “Que glúteos você tem, criatura!“, diz ele, enquanto se observa. Neste momento chega Rita, que fica extremamente chocada com o que vê.

Sem reação, Rita de Cássia deixa o local e sequer escuta as explicações esfarrapadas do marido. Joubert fica muito preocupado com o que pode acontecer com seu casamento após o ocorrido, mas Rita resolve fazer vista grossa.

Ao tentar conversar com a esposa, ele fica surpreendido com a mesma resolvendo fingir que não o viu usando calcinhas. Rita somente faz comentários afirmando que o viu nu.

Rita faz pedido inusitado ao Joubert

Segundo noticiou uma jornalista em reportagem para o UOL, após todo o acontecimento, Rita de Cássia ainda faz um pedido bastante inusitado ao seu companheiro. No entanto, ainda não foi revelado do que se trata. Quem acompanha a novela já está curioso para saber o que acontecerá futuramente nesse núcleo da história.

Se por um lado parte dos telespectadores tendem a ver essa trama de forma humorada, há também aqueles conservadores que tendem a desaprovar uma história tão polêmica de um homem que gosta de usar lingerie, mesmo não sendo homossexual. “Espero que o próximo governo dê um jeito nessa emissorinha destruidora de lares“, afirmou um senhor nos comentários da publicação.

COMMENTS