Nestlé está ‘envenenando’ a população brasileira, denuncia reportagem do The New York Times

Nestlé está ‘envenenando’ a população brasileira, denuncia reportagem do The New York Times

Com a onda dos alimentos orgânicos e da alimentação saudável, você já deve ter imaginado que as comidinhas industrializadas estão com os dias contados.

Que nada! Diversas empresas do setor estão investindo pesado nos países em desenvolvimento, como o Brasil, e o resultado disso é uma piora significativa na saúde pública (e muito, muito mais gordurinhas).

Conforme noticiou o The New York Times, atualmente nosso país está enfrentando uma séria epidemia de obesidade. Existem 700 milhões de pessoas obesas no mundo, sendo que em países da America Latina, África e Ásia, os casos dobraram entre 1980 e 2015.

Para grande parcela dos nutricionistas, essa epidemia de obesidade está ligada às vendas de produtos industrializados, que cresceu 25% em todo mundo, de acordo com a publicação.

Nos países pobres, onde a população não tem fácil acesso a uma alimentação saudável e balanceada, o consumo rápido, barato e muitas vezes visto como “status” (por falta de orientação adequada, a população é convencida pela publicidade) vem contribuindo para sérios problemas de saúde que envolvem a obesidade, como a diabetes e a hipertensão, por exemplo.

Delivery perigoso

Para alcançar esse público mais carente, algumas empresas, como é o caso da Nestlé, possuem um programa de vendedoras, que entregam os produtos de porta em porta pela comunidade.

COMMENTS