Pastor surpreende, chama necessitados para pegar dinheiro da oferta e é criticado: “imprudente”

Pastor surpreende, chama necessitados para pegar dinheiro da oferta e é criticado: “imprudente”

A decisão inédita de um pastor surpreendeu e dividiu bastante as opiniões de teólogos e pessoas ligadas às igrejas. John Gray, pastor da megaigreja Relentless Church, em Greenville, na Carolina do Sul (EUA), acabou causando controvérsias entre os membros da igreja.

Durante o seu sermão de quinta-feira (22), dia de Ação de Graças, após os fiéis fazerem as suas ofertas, ele convidou os membros necessitados e endividados e, caso estivessem enfrentando dificuldades financeiras, que pudessem pegar dinheiro das cestas de ofertas.

Foi um verdadeiro vai e vem: enquanto uns colocavam dinheiro nas cestas, os que se achavam na condição de necessitado retiravam a quantia que consideravam necessário. Gray havia chamado as “mães solteiras”, as “viúvas”, os “endividados” e os “necessitados”. “Peguem apenas o que vocês precisam”, disse o pastor, que foi aplaudido em seguida por aqueles que estavam presentes.

Ele ainda aproveitou para fazer uma crítica aos pastores que apenas recebem ofertas e nunca fazem o bem ao próximo. “Temos muitos cafetões de púlpito que querem tirar gordura das pessoas, mas não querem satisfazer as necessidades das pessoas pobres. Eu gostaria que pudéssemos fazer mais, mas isso é o melhor que podemos fazer agora”, assegurou.

John Gray foi chamado de imprudente após distribuir dinheiro da oferta

A atitude do pastor ganhou destaque e foi comentada por vários teólogos. Um deles, Alphonza Gadsden, do Seminário Teológico Memorial da Carolina do Sul, destacou a atitude do pastor e comemorou o feito. “Ele conta que foi levado pelo Espírito de Deus para fazer isso, acho que é um gesto memorável”, comentou Gadsden. “Acredito que a igreja precisa desempenhar um papel mais ativo dentro da comunidade e, se isso significa ajudar aqueles dentre nós que estão passando por dificuldades”.

O professor no Seminário Teológico Presbiteriano de Greenville, Zachary Groff, avaliou a atitude do pastor como “imprudente”: “É preciso ter muita cautela em usar esse método de distribuição na igreja. Na verdade, parece um movimento bastante imprudente da Relentless Church”. Segundo ele, o ideal é que haja dentro da igreja um ministério com o seu próprio orçamento para identificar quais são as reais necessidades das pessoas e utilize de critérios claros para ajudá-las.

E você, o que achou da atitude do pastor John Gray?

COMMENTS